learnlatex.org

Veja mais sobre: Citações e referências

Organização alfabética em outros idiomas

O programa BibTeX foi escrito primariamente para trabalhar com referências em Inglês. Ele é bem limitado em termos de caracteres com acentos, e ainda mais com caracteres não-Latinos. Em contraste, o Biber foi projetado desde o princípio para trabalhar com diversos alfabetos corretamente.

Isso significa que se você precisa escrever uma bibliografia em um idioma com alfabeto diferente do Inglês, ou até caracteres especiais, você provavelmente vai precisar usar o biblatex e o Biber, ao invés do natbib e BibTeX.

Se você carregar o pacote hyperref (como visto anteriormente), ele vai automaticamente transformar alguns campos da sua bibliografia em links. Isso é particularmente útil em URLs e DOIs.

Diferenças em melhores práticas para arquivos BibTeX entre estilos

Enquanto a sintaxe geral de arquivos BibTeX é a mesma, você usando o fluxo de trabalho do BibTeX ou do biblatex, o conjunto de campos suportados (usados pelo estilo) e o seu significado exata pode não apenas variar entre o BibTeX e o biblatex, mas também entre diferentes estilos do BibTeX. Um grande conjunto ‘central’ de tipos de registros e campos são os mesmos para quase todos os estilos, mas há diferenças em alguns campos.

Um exemplo comum é a URL. Alguns estilos antigos do BibTeX (notavelmente os ‘estilos padrão do BibTeX’, e.g. plain.bst, unsrt.bst, …) precedem a criação da URL e não tem campo dedicado para a URL de uma fonte online. Muitos estilos mais novos têm um campo url dedicado. A solução para mostrar a URL em estilos antigos geralmente é usar o campo howpublished, mas com estilos mais novos é preferível, claro, usar o campo url.

Para poder usar o completo potencial do estilo que estiver usando você terá que descobrir quais campos ele suporta e como usar cada um.

Retornar à lição principal
Próxima lição principal